Espaço de ligação do internauta com o blog

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

chuvas fortes em Araripina

Após chuvas fortes em Araripina, previsão de índices menores em outras áreas do Sertão


No município, chuva foi a esperada para 13 dias de março
Depois de chuvas consideradas muito fortes atingirem Araripina, no Sertão, na madrugada desta quarta-feira (25), a previsão da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) é de que continuem ocorrendo precipitações naquela região do Estado entre o período da noite e as primeiras horas desta quinta (26), mas com intensidade variando de fraca a moderada. O fenômeno também pode ocorrer de forma mais generalizada, e não predominantemente em um município, como os registros mais recentes.

Em Araripina, foram 88 milímetros em apenas duas horas. Os índices eram esperados para 13 dias deste mês. Com tanta água atingindo a localidade, o resultado não poderia ser outro: ruas inteiras foram tomadas pela enxurrada. Algumas tiveram rachaduras no asfalto. Também houve ocorrências de desabamentos de casas e de quedas de postes. Até o início da tarde, a prefeitura contabilizava cerca de 250 pessoas desabrigadas. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros foram acionadas para atender os prejudicados pelo temporal.

Conforme o meteorologista Roberto Pereira, da Apac, as chuvas localizadas foram provocadas pela Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que também ocasionou precipitações em áreas do Ceará e da Paraíba. "É um fenômeno que, geralmente, provoca efeitos generalizados, mas que, apesar de não estar sobre nós, teve desdobramentos, e somente naquela região do Estado", explica. "Agora, acreditamos que mais partes do Sertão devam receber chuvas, mas com menor intensidade", conclui.link do artigo


Anúncios antigos do Chocolate LACTA

                                                    Anúncios antigos do famoso chocolate LACTA, que ainda hoje é um dos grandes líderes no seguimento. Á época, seu principal concorrente era o Chocolate Falchi.
 CHOCOLATE LACTA - Anúncio de 1919
  CHOCOLATE LACTA - Anúncio de 1919
  CHOCOLATE LACTA - Anúncio de 1918
CHOCOLATE LACTA - Anúncio de 1924
CHOCOLATE LACTA - Anúncio de 1921


---
Fonte:
Revista "A Cigarra", edições de 1918, 1919, 1921 e 1924, disponível digitalmente no site do Arquivo Público do Estado de São Paulo  Iba Mendes

LAVA JATO


STJ abre investigação sobre governadores

A vice-procuradora-geral da República, que assina as peças, solicitou as primeiras diligências para juntar as possíveis provas de crimes

Além dos dois governadores, o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, também será investigado / Foto: Antonio Cruz/ABr

Além dos dois governadores, o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, também será investigado

Foto: Antonio Cruz/ABr

O ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Luis Felipe Salomão acatou nesta quinta (12) um pedido do Ministério Público e abriu investigações sobre os governadores do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e do Acre, Tião Viana (PT), na Lava Jato.

Além deles, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral e o ex-chefe da Casa Civil do Estado Régis Fichtner, também serão investigados. A suspeita é que os quatro tenham cometido os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Em depoimento, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa disse que atuou para formar "caixa dois" da campanha de Cabral ao governo em 2010. Pezão, então, era candidato a vice na chapa.

Segundo Costa, os recursos foram buscados junto a construtoras das obras do Comperj, e o consórcio formado por OAS, Odebrecht e UTC teria sido o principal pagador, dando metade dos R$ 30 milhões supostamente obtidos para a campanha.

Ainda segundo o delator, as negociações ocorreram no palácio do governo do Rio, contando com a presença de Cabral, Pezão e Fichtner.

Apesar de Cabral não possuir mais o foro privilegiado para responder a processos junto ao STJ, o Ministério Público ponderou que o caso de Pezão está imbricado com o do ex-governador e o de Fichtner e, por isso, todos deveriam ser processados na corte superior. O pedido foi aceito pelo ministro Salomão.

Em relação a Viana, Costa disse que ele recebeu R$ 300 mil, por meio do doleiro Alberto Youssef, para sua campanha ao Senado em 2010.

Desde que os nomes de Cabral, Pezão e Viana começaram a ser citados os três negam qualquer tipo de participação em irregularidades.

No pedido ao STJ, a vice-procuradora-geral da República, Ela Wiecko, que assina as peças, solicita as primeiras diligências para juntar as possíveis provas de crimes.

Entre os pedidos o Ministério Público quer registros de imagens e de entrada num hotel do Rio onde Fichtner teria alugado um quarto para promover reuniões, oitivas dos envolvidos e de empreiteiros e análise das doações feitas para as campanhas.

Quem fará as diligências será a Polícia Federal, que atuará ainda na busca de provas nos processos que correm no Supremo Tribunal Federal.link

Acusados de assassinar apresentador de TV são absolvidos pela Justiça

Três réus apontados como responsáveis pela morte do apresentador e radialista Luciano Pedrosa, em 2011, foram inocentados em júri popular

:

Crime, em 2011, chocou moradores de Vitória de Santo Antão. Foto: Teresa Maia/DP/D.A.Press (Teresa Maia/DP/D.A.Press)
Crime, em 2011, chocou moradores de Vitória de Santo Antão. Foto: Teresa Maia/DP/D.A.Press
A Justiça absolveu, nesta segunda-feira (9), três réus apontados como responsáveis pelo assassinato do radialista e apresentador de TV Luciano Leitão Pedrosa, 46 anos. O caso aconteceu em Vitória de Santo Antão, em 2011, e teve forte repercussão no estado. O júri popular entendeu que o mototaxista Cláudio Pereira da Silva era inocente. Sobre o presidiário Josemir Soares da Silva, apontado pela polícia como mandante do crime, e o irmão dele, Josimar Soares da Silva, os jurados afirmaram acreditar na culpabilidade deles no caso, mas decidiram que os mesmos não deveriam ser condenados. 

O juiz Uraquitan José dos Santos, da 1ª Vara Criminal de Vitória de Santo Antão, presidiu o julgamento. Após o sorteio dos sete jurados, os réus foram ouvidos. Nenhuma restemunha foi requerida. Em seguida, começou a fase de debates entre Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e defesa dos réus. Por fim, o magistrado convocou os jurados para reunião, onde os votos foam contabilizados. Após isso, aconteceu a leitura do veredicto. O MPPE pode recorrer da decisão. 

Relembre o caso

Luciano Pedrosa teria sido executado porque denunciava crimes em seu programa de rádio. O mandante do crime não teria gostado dos comentários do radialista sobre o domínio de bocas de fumo da região. A vítima foi atingida com um tiro na testa quando estava dentro de um restaurante no centro de Vitória, em 9 de abril de 2011. De acordo com as investigações, Cláudio Pereira ajudou na fuga de Dailton Gomes Brasil (que ainda será julgado), responsável pelo tiro que matou o apresentador. A ordem teria partido de dentro do Presídio de Limoeiro. link aqui