Espaço de ligação do internauta com o blog

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Jornalista Vitoriense Nestor de Holanda Cavalcanti




H√° 45 anos, morria no Rio de Janeiro, o jornalista Nestor de Holanda Cavalcanti, que nasceu no dia 1 de dezembro de 1921.

Sociedade Cultural 15 de Novembro


O regente Manoel Bombardino posa orgulhoso com a Banda 15 de Novembro (Foto: Divulgação)
H√° 121 anos, era fundada em Gravat√°, a Sociedade Cultural 15 de Novembro, na gest√£o do prefeitoJos√© Gomes Cabral d’Andrade.

Prefeito de Gravatá-PE é investigado por improbidade administrativa


O obra teria sido derrubada para aumentar a fluidez do tr√Ęnsito / Foto: Dieo Nigro/JC Imagem

O obra teria sido derrubada para aumentar a fluidez do tr√Ęnsito


O prefeito de Gravat√°, Bruno Martiniano, est√° sendo investigado por improbidade administrativa devido a demoli√ß√£o de um pontilh√£o da linha f√©rrea que fazia parte do conjunto arquitet√īnico do munic√≠pio, do Agreste de Pernambuco.  Est√° sendo analisado, no inqu√©rito aberto pela procuradora da Rep√ļblica Nat√°lia Soares, se o pol√≠tico deve ser punido pela a√ß√£o.


Tombado, o pontilh√£o pertencia ao Patrim√īnio Cultural da Uni√£o e do Estado. Com a retirada do pontilh√£o, a prefeitura abriu um v√£o com cerca de 30 metros de largura, para aumentar a fluidez do tr√Ęnsito. A ideia √© facilitar a liga√ß√£o entre as Ruas Amaury de Medeiros e Vereador Elias Torres. "N√£o t√≠nhamos conhecimento de que era uma obra tombada. Desconhecemos de algu√©m que tenha tirado uma foto l√°, era simplesmente um pontilh√£o. Mas √© um direito do minist√©rio p√ļblico entrar com a a√ß√£o", defende o secret√°rio de Comunica√ß√£o da prefeitura, Claudio Castanha. Tanto a Fundarpe quanto o Iphan informam que a prefeitura n√£o tinha autoriza√ß√£o para demolir o pontilh√£o.

A obra teve in√≠cio no dia 21 de maio e deveria ser conclu√≠do dia 27 deste m√™s, com custo de R$ 147.936,02, da prefeitura. Mas foi embargada no dia 22 de maio pela Fundarpe, Iphan, Dnit, Minist√©rio P√ļblico Federal e Minist√©rio P√ļblico de Pernambuco. Ap√≥s interven√ß√£o do Minist√©rio P√ļblico, os trabalhos que estavam sendo realizados no local foram paralisados.link aqui

CAPIT√ÉO DA RESERVA DA PM √Č BALEADO EM ASSALTO EM BEZERROS, MAS N√ÉO RESISTE AOS FERIMENTOS

20150714190628O Capit√£o da Pol√≠cia Militar de nome Jos√© Juarez Silva, idade n√£o informada, foi alvejado √† bala nesta noite de ter√ßa-feira em Bezerros foi socorrido, mas n√£o resistiu aos ferimentos e veio a falecer. Os disparos atingiram, segundo informa√ß√Ķes, o bra√ßo e t√≥rax da v√≠tima. 

link com mais informação aqui

precisa de dinheiro fale com Erick

Troque seu limite no cartãoo de crédito por dinheiro e parcele em até 24x
sem consulta ao SPC OU SERASA contato Eric 81.9908 7358 81.8649 5338


Precisando de dinheiro ?

Quadrilha desbaratada no bairro do maués + duas pistolas, sendo uma "380 Milímetros" e a outra "45", de uso restrito das forças armadas.

Na tarde deste domingo(14) policiais do 21°.BPM, detiveram no bairro do mau√©s, uma mulher e apreenderam um menor de 16 anos de idade. De acordo com o comandante do batalh√£o monte das tabocas Renato Arag√£o, na resid√™ncia da Renata Targino de Barros de 24 anos, os policiais apreenderam duas pistolas, sendo uma "380 Mil√≠metros" e a outra "45", de uso restrito das for√ßas armadas. Al√©m de doze muni√ß√Ķes intactas, "calibre 45", e outras sete de "380". O major relatou para nossa reportagem que o menor infrator ja teve passagem pela pr√°tica de tr√°fico de drogas, e que na 

madrugada do s√°bado para o domingo teria abrido fogo contra um ve√≠culo gol que era ocupado por 5 pessoas, entre elas duas mulheres. O carro foi alvejado com doze disparos, e por sorte ningu√©m foi alvejado pelos disparos.Renato Arag√£o ainda informou que o companheiro da Renata estava no im√≥vel e reagiu a abordagem policial, e trocou tiros com o efetivo policial. O homem tinha duas identidades, uma delas era falsa, e o nome era de outra pessoa identificada por Rodrigo Gomes da Silva, mas a foto era a sua . O verdadeiro nome do suspeito foi identificado por Thiago Gomes Medeiros de 25 anos,que est√° foragido. Segundo o Major, tanto o menor quanto o Thiago haviam recebido R$: 6.000,00 de um comerciante da cidade para assassinar duas pessoas que estavam no interior do ve√≠culo. As armas e os dois envolvidos foram encaminhados para central de plant√Ķes onde os procedimentos de praxe foram realizados pela autoridade policial.

A motocicleta que os envolvidos iriam usar na fuga após o suposto homicídio foi apreendida pelos policiais uma honda CB-300cc de placa PES-1214

Ex-vereador Geraldo Enfermeiro é baleado na zona rural de Vitória

Foto: Pedro Silva/A Voz da Vitória

Foto: Pedro Silva/A Voz da Vitória


Um ex-vereador de Vit√≥ria de Santo Ant√£o, na Zona da Mata do Estado, foi baleado durante uma tentativa de assalto na tarde desta sexta-feira (12), no S√≠tio Mocot√≥, na zona rural do munic√≠pio.  Jos√© Geraldo Gomes de Ara√ļjo, conhecido como Geraldo Enfermeiro, de 56 anos, estava no ve√≠culo com sua companheira quando recebeu os disparos. O ex-parlamentar, que j√° presidiu o legislativo local, levou tr√™s tiros, segundo o Hospital Jo√£o Murilo de Oliveira.  As balas o atingiram de rasp√£o na barriga e no nariz. Ap√≥s o atendimento na unidade hospitalar, ele foi liberado para prestar depoimento.

Karla Guimar√£es Santos, de 27 anos, era quem conduzia o carro. Ela foi atingida por tr√™s tiros. Ainda segundo o hospital, os disparos atingiram as duas pernas. Karla, ap√≥s o atendimento, foi encaminhada ao Hospital da Restaura√ß√£o, no Recife. Seu estado de sa√ļde √© est√°vel.  A investida criminosa ocorreu quando o casal chegava na casa do sogro do ex-vereador. Os homens j√° estavam no local praticando um assalto, e dispararam ao ver a chegada do ve√≠culo. Segundo Geraldo, "foram quatro homens, que quando viram o carro j√° vieram atirando. S√≥ deu tempo de ela [a companheira] acelerar e sair de l√°", disse ele ao Portal A Voz da Vit√≥ria.

Com informa√ß√Ķes do A Voz da Vit√≥ria  link

Herança do ferroviário chamado Severino, Vitoriense nato.

                 Severino e Maria Severina na casa de Aquidauana, em foto do primo Wesley (Pantanero Memo).

Severinos fazem parte da constelação pernambucana de minha família. Meu pai é o primeiro, depois vem o Severino de Aquidauana, sem falar no Severino "cabeça de onça" de Corumbá, todos ferroviários.Este Severino da foto era da mesma cidade de meu pai, Vitória de Santo Antão, próxima a Olinda e seu sobrenome eram dois nomes: Manoel Francisco, não sei o porquê. Ele se casou com minha prima Maria Severina e, a convite de meu pai, veio com a mulher e a filha Zefinha tentar a sorte na Estrada de Ferro.
Chegou no ano em que nasci, 1952 e foi morar em Porto Esperança. Imagine a diferença que foi sair do Nordeste pra cair nas águas do Pantanal. Passávamos as férias com eles, na casa ao lado da grande ponte do Rio Paraguai, a caminho de Corumbá.
Depois de uns anos, Severino foi morar em Aquidauana, numa casa dentro da estação, a poucos metros dos trilhos. Era uma aventura acompanhar o movimento dos trens de passageiros e trens de carga que transitavam dia e noite fazendo manobras.
Com a partida prematura de minha mãe, Severino e Maria Severina tornaram-se pai e mãe para mim e, nas férias, a casa deles era a minha casa.
Que delícia de lugar, com pés de manga, laranja, banana, goiaba, limão e canela. Galinhas, cachorros, gatos, papagaio e jabutis nunca faltaram, como também nunca faltou carinho!
Depois de Zefinha veio também a prima Nilza Maria. Severino trabalhou a vida inteira no serviço pesado consertando trilhos, trocando dormentes, de turma em turma, em trens de carga e trolleys, aqueles carrinhos abertos que deslizavam como pranchas na linha férrea.
Com o pouco salário que ganhava, Severino construiu duas casas boas, sempre teve mesa farta e proporcionou qualidade de vida à sua família. Ele é de 14 de maio, junto com meu pai. Era uma delícia nos almoços de aniversário e de Natal, ver Severino rodeado da família e dos amigos e acompanhar as prosas dos velhos ferroviários.
Era uma del√≠cia andar com ele, algumas vezes de Aquidauana a Anast√°cio, pra comprar o melhor charque e a melhor farinha com os conterr√Ęneos pernambucanos.
Dele e de Maria Severina herdei lembranças, o costume de temperar a comida com coentro e cominho, um papagaio que já passou dos 30 anos e três jabutis que fazem parte de uma geração nascida no quintal da casa de Aquidauana, que sempre terá um lugar especial no meu coração. Viva Severino!
*Lenilde Ramos √© autora do livro "Hist√≥ria sem Nome", que re√ļne v√°rios momentos que viveu e se confundem com a hist√≥ria de Mato Grosso do Sul. link do artigo

Celpe é autorizada a aumentar tarifa de energia elétrica em Pernambuco

l√Ęmpada

A Diretoria da Ag√™ncia Nacional de Energia El√©trica A conta de luz vai ficar mais cara em Pernambuco a partir da pr√≥xima quarta-feira (29). O reajuste m√©dio de 11,25% foi autorizado pela Ag√™ncia Nacional de Energia El√©trica (Aneel) na manh√£ desta quarta (22), mas as novas tarifas ser√£o sentidas pelos 3,4 milh√Ķes de clientes da Companhia Energ√©tica de Pernambuco (Celpe) a partir de maio.

Os consumidores atendidos em baixa tensão, que representam 99% dos consumidores da companhia e incluem os clientes residenciais, terão um aumento médio de 11,44%. Já os consumidores industriais e comerciais de médio e grande porte, atendidos em alta tensão, terão reajuste de 10,91%, em média.

Um consumidor residencial convencional que consome 100 kWh/mês, por exemplo, terá sua conta reajustada de R$ 50,12 para R$ 55,70. Já o residencial baixa renda, com o mesmo consumo de 100 kWh/mês, terá o valor alterado de R$ 19,16 para R$ 21,34. Os clientes residenciais classificados como baixa renda contam com o benefício da Tarifa Social, que garante um desconto de até 65% sobre o valor da fatura. Esses consumidores correspondem a 35% do total de clientes residenciais da Celpe.

Os reajustes tarifários anuais estão previstos no contrato de concessão das distribuidoras. São mecanismos de correção monetária e também de atualização dos custos não gerenciáveis pela distribuidoras como os referentes a compra da energia junto aos geradores, custos de transmissão e encargos setoriais.

Al√©m dos valores de tarifas fixados pela Aneel, s√£o cobrados na conta de energia, ainda, os impostos (ICMS, PIS e Cofins) e as bandeiras tarif√°rias. Conforme definido pela administra√ß√£o municipal, tamb√©m √© cobrada na conta de energia a contribui√ß√£o de ilumina√ß√£o p√ļblica (CIP), tributo repassado pela Celpe diretamente para as prefeituras municipais, que s√£o as respons√°veis pelos servi√ßos de projeto, implanta√ß√£o, expans√£o, opera√ß√£o e manuten√ß√£o das instala√ß√Ķes de ilumina√ß√£o p√ļblica.

Os encargos setoriais e impostos têm uma grande participação nos custos da tarifa de energia elétrica, representando 37,2% do valor tarifário. Já as despesas com a compra e transmissão de energia respondem por 40,8%. Cabe à Celpe os 22% restantes para cobrir os custos de operação, manutenção, administração do serviço e investimentos. Isso significa que, para uma conta de R$ 100, por exemplo, R$ 22, em média, fica com a Celpe para operar e expandir todo o sistema elétrico no estado.link


chuvas fortes em Araripina

Após chuvas fortes em Araripina, previsão de índices menores em outras áreas do Sertão


No município, chuva foi a esperada para 13 dias de março
Depois de chuvas consideradas muito fortes atingirem Araripina, no Sert√£o, na madrugada desta quarta-feira (25), a previs√£o da Ag√™ncia Pernambucana de √Āguas e Clima (Apac) √© de que continuem ocorrendo precipita√ß√Ķes naquela regi√£o do Estado entre o per√≠odo da noite e as primeiras horas desta quinta (26), mas com intensidade variando de fraca a moderada. O fen√īmeno tamb√©m pode ocorrer de forma mais generalizada, e n√£o predominantemente em um munic√≠pio, como os registros mais recentes.

Em Araripina, foram 88 milímetros em apenas duas horas. Os índices eram esperados para 13 dias deste mês. Com tanta água atingindo a localidade, o resultado não poderia ser outro: ruas inteiras foram tomadas pela enxurrada. Algumas tiveram rachaduras no asfalto. Também houve ocorrências de desabamentos de casas e de quedas de postes. Até o início da tarde, a prefeitura contabilizava cerca de 250 pessoas desabrigadas. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros foram acionadas para atender os prejudicados pelo temporal.

Conforme o meteorologista Roberto Pereira, da Apac, as chuvas localizadas foram provocadas pela Zona de Converg√™ncia Intertropical (ZCIT), que tamb√©m ocasionou precipita√ß√Ķes em √°reas do Cear√° e da Para√≠ba. "√Č um fen√īmeno que, geralmente, provoca efeitos generalizados, mas que, apesar de n√£o estar sobre n√≥s, teve desdobramentos, e somente naquela regi√£o do Estado", explica. "Agora, acreditamos que mais partes do Sert√£o devam receber chuvas, mas com menor intensidade", conclui.link do artigo


An√ļncios antigos do Chocolate LACTA

                                                    An√ļncios antigos do famoso chocolate LACTA, que ainda hoje √© um dos grandes l√≠deres no seguimento. √Ā √©poca, seu principal concorrente era o Chocolate Falchi.
 CHOCOLATE LACTA - An√ļncio de 1919
  CHOCOLATE LACTA - An√ļncio de 1919
  CHOCOLATE LACTA - An√ļncio de 1918
CHOCOLATE LACTA - An√ļncio de 1924
CHOCOLATE LACTA - An√ļncio de 1921


---
Fonte:
Revista "A Cigarra", edi√ß√Ķes de 1918, 1919, 1921 e 1924, dispon√≠vel digitalmente no site do Arquivo P√ļblico do Estado de S√£o Paulo  Iba Mendes

LAVA JATO


STJ abre investigação sobre governadores

A vice-procuradora-geral da Rep√ļblica, que assina as pe√ßas, solicitou as primeiras dilig√™ncias para juntar as poss√≠veis provas de crimes

Além dos dois governadores, o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, também será investigado / Foto: Antonio Cruz/ABr

Além dos dois governadores, o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, também será investigado

Foto: Antonio Cruz/ABr

O ministro do STJ (Superior Tribunal de Justi√ßa) Luis Felipe Salom√£o acatou nesta quinta (12) um pedido do Minist√©rio P√ļblico e abriu investiga√ß√Ķes sobre os governadores do Rio, Luiz Fernando Pez√£o (PMDB), e do Acre, Ti√£o Viana (PT), na Lava Jato.

Além deles, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral e o ex-chefe da Casa Civil do Estado Régis Fichtner, também serão investigados. A suspeita é que os quatro tenham cometido os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Em depoimento, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa disse que atuou para formar "caixa dois" da campanha de Cabral ao governo em 2010. Pez√£o, ent√£o, era candidato a vice na chapa.

Segundo Costa, os recursos foram buscados junto a construtoras das obras do Comperj, e o cons√≥rcio formado por OAS, Odebrecht e UTC teria sido o principal pagador, dando metade dos R$ 30 milh√Ķes supostamente obtidos para a campanha.

Ainda segundo o delator, as negocia√ß√Ķes ocorreram no pal√°cio do governo do Rio, contando com a presen√ßa de Cabral, Pez√£o e Fichtner.

Apesar de Cabral n√£o possuir mais o foro privilegiado para responder a processos junto ao STJ, o Minist√©rio P√ļblico ponderou que o caso de Pez√£o est√° imbricado com o do ex-governador e o de Fichtner e, por isso, todos deveriam ser processados na corte superior. O pedido foi aceito pelo ministro Salom√£o.

Em relação a Viana, Costa disse que ele recebeu R$ 300 mil, por meio do doleiro Alberto Youssef, para sua campanha ao Senado em 2010.

Desde que os nomes de Cabral, Pezão e Viana começaram a ser citados os três negam qualquer tipo de participação em irregularidades.

No pedido ao STJ, a vice-procuradora-geral da Rep√ļblica, Ela Wiecko, que assina as pe√ßas, solicita as primeiras dilig√™ncias para juntar as poss√≠veis provas de crimes.

Entre os pedidos o Minist√©rio P√ļblico quer registros de imagens e de entrada num hotel do Rio onde Fichtner teria alugado um quarto para promover reuni√Ķes, oitivas dos envolvidos e de empreiteiros e an√°lise das doa√ß√Ķes feitas para as campanhas.

Quem fará as diligências será a Polícia Federal, que atuará ainda na busca de provas nos processos que correm no Supremo Tribunal Federal.link

Acusados de assassinar apresentador de TV são absolvidos pela Justiça

Tr√™s r√©us apontados como respons√°veis pela morte do apresentador e radialista Luciano Pedrosa, em 2011, foram inocentados em j√ļri popular

:

Crime, em 2011, chocou moradores de Vitória de Santo Antão. Foto: Teresa Maia/DP/D.A.Press (Teresa Maia/DP/D.A.Press)
Crime, em 2011, chocou moradores de Vitória de Santo Antão. Foto: Teresa Maia/DP/D.A.Press
A Justi√ßa absolveu, nesta segunda-feira (9), tr√™s r√©us apontados como respons√°veis pelo assassinato do radialista e apresentador de TV Luciano Leit√£o Pedrosa, 46 anos. O caso aconteceu em Vit√≥ria de Santo Ant√£o, em 2011, e teve forte repercuss√£o no estado. O j√ļri popular entendeu que o mototaxista Cl√°udio Pereira da Silva era inocente. Sobre o presidi√°rio Josemir Soares da Silva, apontado pela pol√≠cia como mandante do crime, e o irm√£o dele, Josimar Soares da Silva, os jurados afirmaram acreditar na culpabilidade deles no caso, mas decidiram que os mesmos n√£o deveriam ser condenados. 

O juiz Uraquitan Jos√© dos Santos, da 1¬™ Vara Criminal de Vit√≥ria de Santo Ant√£o, presidiu o julgamento. Ap√≥s o sorteio dos sete jurados, os r√©us foram ouvidos. Nenhuma restemunha foi requerida. Em seguida, come√ßou a fase de debates entre Minist√©rio P√ļblico de Pernambuco (MPPE) e defesa dos r√©us. Por fim, o magistrado convocou os jurados para reuni√£o, onde os votos foam contabilizados. Ap√≥s isso, aconteceu a leitura do veredicto. O MPPE pode recorrer da decis√£o. 

Relembre o caso

Luciano Pedrosa teria sido executado porque denunciava crimes em seu programa de r√°dio. O mandante do crime n√£o teria gostado dos coment√°rios do radialista sobre o dom√≠nio de bocas de fumo da regi√£o. A v√≠tima foi atingida com um tiro na testa quando estava dentro de um restaurante no centro de Vit√≥ria, em 9 de abril de 2011. De acordo com as investiga√ß√Ķes, Cl√°udio Pereira ajudou na fuga de Dailton Gomes Brasil (que ainda ser√° julgado), respons√°vel pelo tiro que matou o apresentador. A ordem teria partido de dentro do Pres√≠dio de Limoeiro. link aqui

Recorda Rio de Janeiro 1894



                      vista parcial da   praia de Copacabana Rio de Janeiro  novembro de 1894



                     






PM pode anunciar paralisação nesta quarta em -PE




foto-noticia

 














Nesta quarta-feira (21) policiares militares se re√ļnem com associa√ß√Ķes e lideran√ßas e cogitam anunciar uma paralisa√ß√£o. O encontro j√° estava marcado h√° uma semana para discutir a quest√£o salarial, mas pode tomar outro rumo depois da morte de um sargento da Pol√≠cia Militar durante uma rebeli√£o no Complexo Prisional do Curado, nesta segunda-feira. 

A categoria afirma que a seguran√ßa dos pres√≠dios √© compet√™ncia dos agentes penitenci√°rios e n√£o da PM, que estaria acumulando a fun√ß√£o. Al√©m da seguran√ßa, os policiais tamb√©m v√£o debater a quest√£o salarial. Com a greve realizada pela categoria em maio, o governo se comprometeu em voltar a negociar os sal√°rios em janeiro deste ano. Segundo a categoria, as negocia√ß√Ķes n√£o foram retomadas.

A reuni√£o est√° marcada para √†s 13h, no Centro de Conven√ß√Ķes de Pernambuco, em Olinda.link do artigo

Vitória dos meu antepassados Jornal o lidador

Jornal de nossa cidade j√° extinto  recoste  do ano de  sabbado 28 de julho de 1883
o nome na √©poca Vict√≥ria  sabbado com  2 b


espet√°culo no club litterario Victoriense 


chamado no anuncio para que os assignantes pague sua assinatura
primeiro trimestre no seu quarto annos

nota escrevi como se escrevia no passado