Espaço de ligação do internauta com o blog

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PMs e bombeiros saem em caminhada no Recife

O protesto de PMs e bombeiros está interrompendo o trânsito na Avenida Conde da Boa Vista sentido centro (Raphael Guerra/DP/D.A.Press)

Grupo caminha em direção à Alepe para entregar demandas  Foto: Raphael Guerra/DP/D.A Press

Cerca de 250 policiais e bombeiros militares sem farda saíram, por volta das 15h desta sexta-feira (25), em caminhada até a sede da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para pedir melhores condições de salário e trabalho e entregar a pauta de reivindicações a uma comissão de deputados. O grupo estava concentrado desde o início da tarde entre o Quartel do Derby e o Memorial de Medicina, no bairro do Derby, no Recife.

O grupo afirma que não pretende fazer greve e que o ato desta sexta é apenas para entregar uma planilha com as insatisfações da corporação para os deputados que, de acordo com os manifestantes, já montaram uma comissão para receber a demanda. 

Seis mil pessoas são esperadas no ato, que conta com caravanas de Caruaru, Petrolina, Cabrobró e Arcoverde, além de toda a Região Metropolitana do Recife (RMR). Em Petrolina, um grupo também está reunido para dar força à manifestação que acontece no Recife. 
ver link

Ministério da Justiça lança aplicativo de consulta a mandados de prisão

App checa se uma pessoa recebeu condenação na Justiça ou ordem judicial de prisão



O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, lança nesta quinta-feira (24) um novo aplicativo que ajuda a identificar pessoas procuradas pela polícia. O dispositivo pode ser baixado gratuitamente em qualquer telefone celular e permite a consulta a um cadastro de 352 mil mandados de prisão.

Qualquer pessoa pode fazer uma consulta. Para checar se uma pessoa tem condenação na Justiça ou ordem judicial de prisão contra ela, basta digitar seus dados, como nome completo ou número de algum documento de identificação. Quando um registro de mandado de prisão é localizado, aparecem também outros dados disponibilizados por órgãos do Poder Judiciário.

Segundo a assessoria do Ministério da Justiça, a função de buscas por mandados de prisão será adicionada ao aplicativo Sinesp Cidadão(disponível para iOS e Android), que permite ao usuário consultar informações de veículos registrados na base nacional do cadastro do Denatran.É preciso fornecer informações da pessoa analisada para checar o status

ver link


GVT amplia banda larga via fibra óptica para mais duas cidades do PE

Operadora lançou operação em Gravatá e Vitória de Santo Antão. Investimento inicial para entrada nessas regiões soma R$13 milhões.
       
                                                                                     
  Vitória-PE                                                                             Gravatá-PE


A GVT está investindo R$ 13 milhões na expansão de sua operação no estado nordestino de Pernambuco. Os recursos contemplam entrada nas cidades Gravatá e Vitória de Santo Antão, com implantação de rede de telecomunicações baseada em fibra óptica, que permite trafegar dados de até 150Mbps.

Com o novo aporte para estado pernambucano, a operadora começa a explorar nesses municípios vendas dos serviços de banda larga de ultravelocidades, TV por assinatura com canais HD em todos os pacotes e planos de telefonia fixa, de acordo com o perfil dos consumidores. Juntas as duas cidades somam mais de 190 mil habitantes.

As obras começaram em janeiro deste ano, com a instalação de cerca de nove mil pontos de banda larga, telefonia fixa e TV por assinatura nos dois municípios. Em Vitória de Santo Antão, a cobertura inicial é de 69% da área urbana, com atendimentos em cinco bairros: Bela Vista, Cajá, Cuscuz, Livramento e Matriz. Já em Gravatá, a cobertura inicial é de 70%, atuando em cinco bairros: Santo Antônio, Centro, Prado, Alpes Suíços e Boa Vista. "A expansão para Gravatá e Vitória de Santo Antão reflete a importância da região no plano de ampliação da GVT no Estado", afirma o diretor Regional da GVT, Jarbas Tiso.

Mercado atendido 

Os moradores de Gravatá e Vitória de Santo Antão podem realizar várias combinações de pacotes de banda larga, TV por assinatura e telefonia fixa de acordo com a necessidade de cada consumidor. Para confirmar se o serviço está disponível em seu endereço é preciso informar o número do CEP ao ligar para o telefone 103 25. Pela internet, também é possível solicitar que um consultor de atendimento da GVT entre em contato, bastando informar um número de telefone.

A GVT está presente em Pernambuco desde 2009, quando iniciou operações em Recife e Jaboatão dos Guararapes. Posteriormente ampliou o atendimento para Olinda, Paulista e Camaragibe na Região Metropolitana do Recife. Recentemente expandiu para o agreste do estado, chegando a Caruaru e agora está presente também em Gravatá e Vitória de Santo Antão.

 ver link

Eduardo Campos renuncia e João Lyra assume o cargo amanhã

Informação será publicada no Diário Oficial desta sexta, quando o vice toma posse


Foto: Clemilson Campos/ Acervo JC ImagemO presidenciável Eduardo Campos (PSB) renunciou nesta quinta-feira ao cargo de governador de Pernambuco. A carta foi assinada um dia antes do prazo determinado pela Lei Eleitoral para desincompatibilização de mandato eletivo. A carta foi entregue aos deputados estaduais pelo secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar. Eduardo foi eleito para o primeiro mandato de governador em 2006 e reeleito em 2010. A renúncia será formalizada no Diário Oficial desta sexta-feira, quando o vice João Lyra Neto assume o cargo. A cerimônia de posse acontecerá nesta sexta-feira, às 15h30, na Assembleia Legislativa, em uma reunião extraordinária. A transmissão do cargo, acontecerá às 17h, no Palácio do Campo das Princesas, quando também serão empossados os novos secretários de Estado.

Veja a lista dos novos secretários:

CHEFIA DO GABINETE DO GOVERNADOR: Rubens Júnior

Nascido em Caruaru, Rubens Rodrigues da Silva Júnior tem 51 anos, é radialista e formado em História pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru (Fafica) e pós-graduado em Gestão Pública pela Fafica. Foi assessor de imprensa da Câmara Municipal de Caruaru e da Prefeitura de Caruaru, tendo atuado nesta última também como secretário de Ação Social. Presidiu o Conselho Estadual de Assistência Social, foi membro da coordenação da primeira Conferência Nacional de Assistência Social e diretor executivo do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Assistência Social. Desde 2007, atua como gerente de articulação da Vice-Governadoria do Estado de Pernambuco.

 

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO: José Neto

José Francisco Cavalcanti Neto nasceu no Recife, em 15 de dezembro de 1971. Formado em Direito pela Faculdade de Direito do Recife. É auditor do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), onde exerceu as funções de assessor técnico da Controladoria de Controle Externo e de diretor departamental, entre outros. Atuou, também, como assessor especial do Governo do Estado e como assessor do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. No Governo Eduardo Campos, exerceu o cargo de secretário executivo de Pessoal e de Relações Institucionais da Secretaria de Administração, de 2007 a março de 2010, quando assumiu a titularidade da pasta exercida até dezembro. Foi presidente do Conselho de Administração da Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco (Funape). Em janeiro de 2011, foi nomeado secretário-executivo de Coordenação Institucional da Secretaria da Fazenda de Pernambuco.

 

SECRETARIA DE AGRICULTURA E REFORMA AGRÁRIA: Aldo Santos

José Aldo dos Santos é natural da cidade de Altinho, no Agreste pernambucano. Formado em Agronomia e mestre em Administração Rural, ambas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Coordenou o Centro de Desenvolvimento Agroecologico Sabiá e foi membro da coordenação estadual da ASA-PE, da coordenação executiva da ASA-Brasil e da coordenação nacional da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA). Faz parte do Comitê Integrado de Combate à Estiagem. É o atual presidente do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável de Pernambuco. Ingressou na atual gestão em janeiro de 2011, quando assumiu a Secretaria-Executiva de Agricultura Familiar. Em junho de 2012, acumulou a gerência-geral do Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável de Pernambuco (Prorural). Desde maio de 2013, é secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco.

 

SECRETARIA DA CASA CIVIL: Luciano Vásquez

Luciano Vasquez Mendez nasceu no Recife, em 29 de setembro de 1964. Formado em Direito pela Faculdade de Direito do Recife da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), pós-graduado em Direito Eleitoral e Ciência Política pela Universidade de Brasília (UNB). Iniciou sua militância política ainda no MDB na década de 1970, quando ingressou no Movimento Estudantil, onde foi vice-presidente do DCE-UFPE, diretor da UNE e presidente do Diretório Acadêmico da FDR/UFPE. Foi oficial de gabinete da Secretaria de Governo do Recife, diretor de Coordenação Política da Secretaria da Casa Civil no Governo Miguel Arraes (1987-1990). Na Assembleia Legislativa de Pernambuco, foi chefe de gabinete da Liderança de Oposição (1991 a 1994), diretor de Compras e chefe de gabinete parlamentar (1996 a 2006). Desde 2007, é presidente do Laboratório Farmacêutico do Estado de Pernambuco Governador Miguel Arraes (Lafepe), que saiu de uma crônica situação financeira e transformando-o no maior laboratório público do País. Presidiu também a Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Oficiais do Brasil (Alfob), por dois mandatos (2009 a 2013).

 

SECRETARIA DAS CIDADES: Evandro Avelar

Evandro José Moreira de Avelar é engenheiro civil. Já exerceu os cargos de diretor geral da Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (Adene), secretário estadual das pastas de Desenvolvimento Urbano e de Projetos Especiais, assessor técnico do Sebrae Nacional e diretor e presidente da COHAB/PE, além de diretor presidente da Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU). Desde 2009, passou a integrar a equipe da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, tendo atuado como secretário de Serviços Urbanos e Obras (2009 a 2012) e Infraestrutura e Mobilidade Urbana, desde 2013.

 

SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA: José Bertotti

José Antônio Bertotti Júnior, 44 anos, é graduado em Química Industrial pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com pós-graduação em Gestão de Políticas Públicas pela Faculdade Boa Viagem. Foi tesoureiro-geral da União Nacional dos Estudantes. Atuou na Secretaria de Assistência Social da Prefeitura do Recife, como assessor-técnico (2001 a 2004) e secretário-executivo (2005 a 2008), vindo a assumir a titularidade da referida pasta, em 2008. Presidiu o Conselho Municipal de Apoio ao Porto Digital. Foi secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura do Recife (2009 a 2012), antes de ingressar no Governo do Estado, como secretário-executivo de Ciência e Tecnologia, desde janeiro de 2013.

 

CONTROLADORIA-GERAL DO ESTADO: Djalmo Leão

Nascido no Recife em agosto de 1950, Djalmo Leão é bacharel em Ciências Econômicas e Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). É auditor da Secretaria da Fazenda desde 1982, tendo ingressado através de concurso público. Entre as funções que exerceu, estão as de diretor financeiro do DER-PE, diretor geral das Finanças da Secretaria da Fazenda de Pernambuco, assessor da Diretoria de Controle do Tesouro Estadual, assessor da Secretaria da Fazenda (1996 a 1998), assessor parlamentar do deputado federal Eduardo Campos (1998 a 2003) e subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração do Ministério da Ciência e Tecnologia (2004 a 2006). No Governo Eduardo Campos, foi titular das secretarias da Fazenda (2007 a 2010) e da Controladoria-Geral do Estado, esta última desde 2011.

 

SECRETARIA EXTRAORDINÁRIA DA COPA 2014: Ricardo Leitão

Recifense, nascido em 1950, formado em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Trabalhou nas revistas Manchete e Veja e nos jornais Diário da Noite, Folha de S.Paulo e Diário de Pernambuco, do qual foi diretor de redação. Como repórter, recebeu por cinco vezes o Prêmio Esso de Jornalismo, a mais importante premiação da Imprensa brasileira. Coordenou as campanhas eleitorais de Miguel Arraes ao Governo do Estado em 1986 e 1994. Foi secretário estadual de Imprensa (1987-1990) e diretor de Comunicação do Governo do Estado (1995-1998). Entre 2007 e 2010, ocupou o cargo de secretário estadual da Casa Civil. Em 2011, assumiu a Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo 2014.

 

SECRETARIA DE CULTURA: Marcelo Canuto

Nascido no Recife, Marcelo Canuto Mendes, 49 anos, é formado em Direito pela UFPE. Iniciou sua carreira pública como oficial de gabinete da Secretaria de Imprensa de Pernambuco, no segundo Governo de Miguel Arraes (1987-1990). Foi chefe de gabinete da Secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes durante o período de intervenção estadual no município (1988) e diretor do Departamento de Relações com os Poderes Municipais da Secretaria de Governo de Olinda a partir de 1989. Foi gerente-geral da Secretaria de Projetos Especiais no terceiro Governo de Miguel Arraes (1995 a 1998). No Governo Eduardo Campos, foi gerente geral de Gestão da Secretaria Especial de Articulação Social do Estado (2007 a 2010), pasta da qual passou a ser o secretário em março de 2010. Em 2011, foi nomeado secretário-executivo de Relações Institucionais e Articulação Parlamentar da Casa Civil, acumulado a Secretaria-Executiva de Articulação Política da referida pasta entre 2012 e 2013. Em outubro de 2013, passou a responder pela Secretaria de Cultura, sendo efetivado em janeiro de 2014.

 

SECRETARIA DA CRIANÇA E JUVENTUDE: Pedro Eurico

Pedro Eurico de Barros e Silva, 61 anos, pernambucano, é advogado e iniciou sua carreira política como militante da Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Olinda e Recife. Durante a ditadura militar, defendia presos políticos, denunciava a tortura e a perseguição política. Em 1982, foi eleito vereador do Recife e em 1986, deputado estadual, cargo para o qual foi reeleito em 1990, 1994, 1998, 2002 e 2006. Foi presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco no biênio 1995-1996. No segundo Governo Miguel Arraes (1987 a 1990), comandou a Secretaria de Habitação. Assumiu a Secretaria Estadual da Criança e da Juventude em 2012.

 

SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL: Alessandro Carvalho

Natural de Salvador (Bahia), o delegado federal Alessandro Carvalho Liberato de Mattos, 40 anos, bacharel em Direito pela Universidade Federal da Bahia. Atuou como advogado Cível e Comercial e exerceu diversos cargos na Polícia Federal, na qual ingressou em 1999. Atuou como Delegado Regional Executivo da Superintendência da Polícia Federal no Estado do Rio Grande do Norte, além de chefiar as Delegacias de Polícia Federal em Juazeiro (Bahia) e em Foz do Iguaçu (Paraná) e de ter sido Delegado Regional de Combate ao Crime Organizado e Delegado Regional Executivo da Superintendência da Polícia Federal no Estado da Bahia. Exerceu o cargo de secretário-executivo de Defesa Social em Pernambuco desde julho de 2010, vindo a responder como titular da pasta desde dezembro de 2013.

 

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: Márcio Stefanni

Márcio Stefanni Monteiro Morais, 35 anos, é formado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). É servidor concursado, desde 2002, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Antes, participou do Programa de Trainee do Banco do Nordeste, atuando na Área Jurídica. No BNDES, atuou no Rio de Janeiro, em diversos setores e exerceu funções como advogado do Departamento de Desenvolvimento Urbano e coordenador Jurídico do Departamento de Operações Sociais. De 2007 a 2010, foi de assessor da Área de Inclusão Social e Crédito e da Presidência do BNDES. Em 2011, ingressou no Governo do Estado, comandando a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) e participando de importantes negociações junto a empresas como Kraft foods, Monsanto, BR Foods, Nissin Ajinomoto, P&G, Johnson & Johnson, Novartis e Volkswagen. No final de 2012, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado, onde é responsável pelos Portos de Suape, Recife e Petrolina, além da AD Diper, Copergás, Ipem e Jucepe.

 

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E DIREITOS HUMANOS: Bernardo d'Almeida

Nascido no Recife e formado em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Bernardo Juarez D'Almeida, 42 anos, é auditor tributário do Tesouro Estadual desde 1994, tendo exercido cargos de gerência na Secretaria da Fazenda, de onde é funcionário de carreira. Em 2008, ingressou no Governo de Pernambuco como gerente geral de Ações Governamentais do programa Pacto pela Vida. Em janeiro de 2011, foi nomeado secretário-executivo de Gestão por Resultados da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado. Em 2011, a convite do então secretário de Planejamento e Gestão Alexandre Rebêlo, iniciou os trabalhos de construção dos Pactos pela Educação e pela Saúde. Desde janeiro de 2014, atua como secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

 

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E ESPORTES: Ricardo Dantas

Recifense, José Ricardo Wanderley Dantas de Oliveira nasceu em outubro de 1965. Graduado pela Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco pela Universidade de Pernambuco (UPE). Servidor Público de Pernambuco desde 1988, é Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Foi Auditor Fiscal e diretor-adjunto de Controle do Tesouro Estadual na Secretaria da Fazenda. No Governo Eduardo Campos, comandou a Secretaria da Controladoria Geral do Estado em Pernambuco (2007 a 2010), na qual implantou Portal da Transparência, principal instrumento de Controle Social disponibilizado pelo Governo do Estado. Em 2011, assumiu a Secretaria de Administração, tendo acumulado a presidência do Instituto de Recursos Humanos (IRH). Desde 2012, é titular da Secretaria de Educação, tendo incorporado a pasta de Esportes na reforma administrativa de janeiro de 2014.

 

SECRETARIA DA FAZENDA: Décio Padilha

Décio José Padilha da Cruz, 43 anos, é pernambucano, formado em Administração pela Faculdade de Ciências de Administração de Pernambuco da Universidade de Pernambuco (FCAP/UPE). Sua vida profissional teve início em 1992, como gerente de agência do extinto Banorte. Em 1993, ingressou na Secretaria da Fazenda do Estado como Auditor Fiscal, ocupando diversos cargos, entre os quais diretor de Fiscalização de Mercadorias em Trânsito (1999 a 2006) e membro permanente do Conselho de Política Tributária da Secretaria da Fazenda (2002 a 2006). Em janeiro de 2007, assumiu a Diretoria Comercial e de Atendimento da Compesa. Em dezembro de 2012, passou a comandar a Secretaria Estadual da Administração.

 

SECRETARIA DE IMPRENSA: Ivan Maurício

Ivan Maurício Monteiro dos Santos nasceu no Recife, em 19 de junho de 1951. Formado em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Atuou como repórter e editor de veículos como Diário da Noite, Diário de Pernambuco, Jornal do Commercio, Vanguarda, O Globo e revista Manchete. Participou da chamada Imprensa Alternativa durante o regime militar, sendo correspondente para o Nordeste dos jornais Opinião e Movimento, tendo sido também colaborador dos jornais Coojornal, Versus, Extra, Mais Um e O Pasquim. Venceu o Prêmio Esso de Jornalismo - Região Nordeste em 1978. Foi diretor geral da TV Pernambuco e chefe de gabinete do então prefeito de Olinda, Germano Coelho (1982), além de ter presidido a Empresa de Urbanização e Desenvolvimento Integrado de Olinda (URB Olinda) e diretor-geral do Centro de Preservação dos Sítios Históricos da Prefeitura de Olinda. Foi fundador, integrante da executiva nacional e primeiro presidente do PSB em Pernambuco. É diretor de Conteúdo do portal O Nordeste, além de ter publicado cinco livros.

 

SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA: João Bosco de Almeida

Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Bosco de Almeida, paraibano com título de cidadão pernambucano (2009), é servidor de carreira da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) há 40 anos. Começou como estagiário e chegou a Diretor Administrativo, passando ainda pelos cargos de gerente do Serviço Regional de Manutenção de Campina Grande, gerente do Centro de Formação Profissional de Paulo Afonso, diretor de operação e membro do Comitê de Planejamento Empresarial. Atuou também em cargos executivos nos governo da Paraíba e de Pernambuco. No terceiro governo Miguel Arraes (1995-1998), foi secretário de Infraestrutura. No Governo Eduardo Campos, atuou como secretário de Recursos Hídricos e Articulação Regional (2007 a 2010), período em que também acumulou a presidência da Compesa. Em 2011, deixou a gestão para assumir a presidência da Chesf, onde permaneceu até o final de 2013. Retornou ao Governo do Estado em janeiro de 2014, como secretário de Infraestrutura.

 

SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE: Carlos Cavalcanti

Carlos André Cavalcanti, 46 anos, nasceu no Recife. Formado em Agronomia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e mestre em Desenvolvimento Territorial Rural pela Universidade de Córdoba, na Espanha. Foi diretor e secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural da Prefeitura de Gravatá e atuou como assessor técnico na Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul. Foi presidente da Sociedade Nordestina de Ecologia e diretor do Serviço de Tecnologia Alternativa. Em 2011, ingressou na gestão estadual, como gerente de Integração de Políticas e Programas da SEMAS, passando também pela Superintendência Técnica e pela Gerência Geral de Desenvolvimento Sustentável. Em fevereiro de 2013, assumiu a diretoria de recursos florestais e biodiversidade da Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH), e em dezembro foi nomeado presidente do órgão.

 

SECRETARIA DE MICROEMPRESA: Osiris Caldas

Osíris Lins Caldas Neto nasceu em 23 de junho de 1966. Formado em Economia pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e pós-graduado em Gestão da Capacidade Humana nas Organizações pela Universidade de Pernambuco (UPE). Atuou como consultor empresarial, presidiu a Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (ACIC), secretário-executivo da Prefeitura de Caruaru (2009 a 2010) e diretor financeiro da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Pernambuco (Facep), cargo que exercia desde 2013.

 

SECRETARIA DA MULHER: Cristina Buarque

Formada em Economia, é mestra em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco, doutoranda em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba e especialista em Gênero e Desenvolvimento Rural, Gênero e Administração e em Planejamento em Ciência e Tecnologia. Militante feminista, atuou no exterior na década de 1970, período em que esteve exilada no Chile e na Alemanha. Foi presidente da Casa da Mulher do Nordeste, secretária-executiva do Projeto Mulher & Democracia e pesquisadora da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). Assumiu a Secretaria da Mulher em janeiro de 2007, cargo no qual permanece até hoje.

 

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO: Frederico Amâncio

Nascido em Paulo Afonso (BA), em 17 de julho de 1969, Frederico Amâncio é formado em Administração pela Universidade de Pernambuco (UPE) e em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com pós graduação em Economia Aplicada à Gestão Fiscal pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo. Em 1995, foi aprovado em concurso para auditor fiscal do Tesouro Estadual, lotado na Secretaria da Fazenda de Pernambuco. Em julho de 2008, Amâncio integrou a equipe responsável pela aplicação de um novo modelo de gestão na saúde pública do Estado. Em dezembro daquele ano, assumiu o cargo de secretário-executivo de Coordenação-Geral. Em 31 de março de 2010, assumiu o comando da Secretaria Estadual de Saúde. Em janeiro de 2011, passou a ocupar a vice-presidência do Porto de Suape, e posteriormente a presidência do Complexo. Em 2012, assumiu a Secretaria de Planejamento e Gestão, cargo que ocupa atualmente.

 

PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO: Thiago Norões

Natural do Crato, no Ceará, Thiago Norões nasceu em 16 de março de 1968. Formado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), é servidor público desde 1993, ano em que foi aprovado no primeiro concurso público da Procuradoria Geral do Estado, passando a integrar o quadro da PGE. No Governo Eduardo Campos, exerceu o cargo de procurador-adjunto, entre 2007 e 2010. Assumiu a titularidade da Procuradora Geral do Estado em janeiro de 2011.

 

SECRETARIA DE SAÚDE: Ana Maria Albuquerque

Nascida em Belo Horizonte, Minas Gerais, residente desde 1986 na cidade de Recife. Formada em Medicina pela Universidade de Pernambuco (UPE), com especialidade na área de Pediatria. Atuou no Imip, no Hospital Nelson Chaves e no Hospital de Prazeres. Na Secretaria Estadual de Saúde, assumiu as funções de diretora-executiva de Controle e Avaliação do Sistema de Saúde, de gerente geral de Regulação, Controle e Avaliação do Sistema de Saúde e a assessoria técnica do Secretário Estadual de Saúde e de secretária-executiva da Atenção à Saúde, desde 2009. Em 2011, se tornou superintendente de Interiorização do IMIP, e dois anos depois superintendente geral adjunta da instituição hospitalar.

 

SECRETARIA DE TRABALHO, QUALIFICAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Murilo Guerra

O advogado Murilo Guerra, 66 anos, é procurador do Estado e ocupou a Procuradoria-Geral Adjunta de Pernambuco no Governo Joaquim Francisco (1991-1994). Guerra também foi superintendente por do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Pernambuco (Sebrae-PE) por dois mandatos e já foi procurador-chefe da Fazenda.

 

SECRETARIA DE TURISMO: Romeu Baptista

Empresário do ramo hoteleiro, Romeu Neves Baptista atuou como diretor da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), entre 1985 e 1989. Foi secretário da Casa Civil do Governo de Pernambuco entre 1990 e 1991, e secretário de Turismo da Prefeitura do Recife, entre 2000 e 2004. Desde 2007, vinha atuando como Administrador Geral do Distrito Estadual de Fernando de Noronha.

 

LIDERANÇA DO GOVERNO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA: Waldemar Borges

Waldemar Alberto Borges Rodrigues Neto nasceu no Recife, em 10 de julho de 1958. Cursou Economia na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Iniciou sua militância política na juventude, durante os anos 80. Foi presidente estadual do PMDB Jovem, entre 1985 e 1986, e do PPS por duas vezes. Foi eleito vereador do Recife em quatro mandatos consecutivos (1988, 1992, 1996 e 2000), e presidiu a Casa de José Mariano no biênio 2003-2004. Assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura do Recife (2001 a 2002) e a presidência da Empresa Municipal de Informática (Emprel), em 2005. De 2007 a 2010, foi secretário de Articulação Social no Governo Eduardo Campos, e secretário-executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social de Pernambuco. Em 2010, se elegeu para o primeiro mandato como deputado estadual, tendo assumido a liderança do Governo na Assembleia Legislativa no ano seguinte.ver link


Das Ligas à luta pela anistia que não veio

Família de José Ayres dos Prazeres ainda pena para ver o perdão do líder reconhecido


 / Clemilson Campos/JC Imagem

Na página da Comissão Estadual da Verdade Dom Helder Câmara no facebook, Josinalda Alves, 58 anos, a única filha mulher do líder camponês José Ayres dos Prazeres faz um apelo: "Luto pela anistia do meu pai, perseguido, torturado e morto em circunstâncias misteriosas. Preciso da ajuda dos senhores, sou pobre, não posso pagar advogado e não sei mais a quem recorrer". Na certidão de óbito, lavrada em 4 de junho de 1968, consta como causa mortis acidente vascular cerebral e hipertensão arterial. Faleceu no antigo Hospital e Maternidade Santa Maria, em 15 de maio.
No dia 1º de abril de 1964, caminhões, cheios de soldados e metralhadoras, invadiram o Engenho Galileia, no município de Vitória de Santo Antão. A "temida" Liga Camponesa dava seu último suspiro. O golpe militar cassou também a mais célebre voz e liderança das Ligas, Francisco Julião, advogado e então deputado estadual pelo PSB. Um ano depois, seguiria para o exílio no México. Sobre o fim das Ligas, muito já se escreveu. Mas um personagem segue desconhecido. Poucos lembram. Foi quando em 1952, José Ayres dos Prazeres foi administrar o Engenho "Bela Vista", próximo ao Galileia, onde a semente do que viria a se chamar Ligas Camponesas foi plantada. Já um senhor sexagenário, Prazeres morreu em 1968. Esquecido.

Josinalda entrou com processo na Anistia do Ministério da Justiça em 2013, ainda sob análise. Tardou porque não sabia que "tinha esse direito". "Lembro de coisas que ficaram guardadas e a gente não esquece", inicia. Por ironia, a única foto do pai é do momento em que foi preso. "De noite, o Dops chegava muito sorrateiramente. Dava um pontapé na porta e levava ele, que não gritava. Só escutava ele gemer", completa. Revirar essas lembranças é tarefa difícil. "Os meus irmãos têm medo. Não querem mexer na ferida". 
Embora não haja nenhum documento oficial informando que Prazeres tenha sido preso em 1968, Josinalda sustenta que seu pai foi detido e torturado pouco antes de morrer. "Uma vez o vi chegar em casa um farrapo humano, com a costela quebrada. Minha mãe, com medo de que fosse preso novamente, não levou para o hospital. Tratou em casa", recorda. Ela alega que os maus tratos na prisão levaram seu pai à morte. "Militares foram visitar ele no hospital. Acho que para saber como estava", conta. 
O medo de que pudessem invadir a casa a qualquer momento impôs um terror permanente. "Nós também fomos vítimas da ditadura. Só sabe quem passa. O terror, o desespero, o pavor. Era ele quem trazia alguma coisa para casa. Mas desaparecia. Passamos fome, dificuldades. Uma vez mandou minha mãe entregar eu e meu irmão a minha avó, com medo de que alguma coisa acontecesse", conta. 
Prazeres foi enterrado no Cemitério da Várzea, onde hoje existe uma placa da Comissão da Verdade homenageando as vítimas da ditadura, como o padre Antônio Henrique. Seu nome não está entre os listados. Josinalda também luta para recuperar os restos mortais do pai, enterrado em 1968. Tanto tempo depois, enfrenta a burocracia. "Os ossos do meu pai desapareceram. A sua tumba não está mais lá", lamenta.
ver link